Representantes da Organização Mundial da Saúde estiveram no município nos dias 16 e 17 de outubro para conhecer as atividades realizadas em prol da população idosa

O município de Pato Branco está mais perto de ser o primeiro do Paraná a obter o certificado da OMS (Organização Mundial da Saúde) como Cidade Amiga do Idoso. Na última terça-feira, 17, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, assinou um termo de compromisso com a Organização Mundial da Saúde em relação ao projeto em questão. A solenidade de assinatura aconteceu durante a Inventum 2017, evento de tecnologia organizado pelo município.
 
A assinatura do termo foi acompanhada por representantes dos clubes de Rotary de Pato Branco, que são responsáveis pelo projeto no município, por representantes do mandato da deputada federal Leandre Dal Ponte, Jovelina Chavez e Ito Oliveira, das universidades UTFPR e Fadep, vereadores, e secretários da administração pública municipal.
 
No início da semana, as representantes da OMS, Dra. Haydee Padilla e Karla Lisboa visitaram Pato Branco e tiveram a oportunidade de conhecer de perto as atividades já realizadas no município em prol da população idosa. E com base nestas informações, repletas de dados, vídeos, fotos, e depoimentos, entenderam que Pato Branco já pode iniciar o cadastro que leva à certificação da OMS.
 
Com a assinatura do termo de compromisso, os gestores do projeto em Pato Branco, Rotary, prefeitura e universidades, vão construir um documento conjunto e encaminhar o mais breve possível à Organização Mundial da Saúde. Este documento precisa conter um resumo detalhado das ações já realizadas no município e um plano de negócio com o que ainda precisa ser feito em Pato Branco para conquistar o certificado de Cidade Amiga do Idoso.
 
Quando conseguir o certificado, Pato Branco será o terceiro município brasileiro a obter a certificação; o primeiro do Estado do Paraná. Até então, apenas dois municípios, Porto Alegre e Veranópolis, são certificadas como Cidade Amiga do Idoso.
 
O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, ressaltou a importância do trabalho da deputada Leandre, que apresentou o projeto ao município. A deputada também foi a responsável pela “ponte” entre o município de Pato Branco e a Organização Mundial da Saúde para iniciar o processo de certificação. Ele também elogiou a participação do Rotary. “Nunca vi uma instituição abraçar uma causa da maneira como os clubes de Rotary de Pato Branco abraçaram este projeto Cidade Amiga do Idoso”, pontuou. 
Fonte: Assessoria de Imprensa
Link Encurtado:
https://goo.gl/dFaATp