O Projeto de Lei Complementar 100/2011 permite que cooperativas de crédito captem recursos de municípios

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite da última terça-feira (28), o Projeto de Lei Complementar (PLP 100/1011) que concede permissão às cooperativas de crédito para captarem recursos dos municípios, órgãos ou entidades e das empresas por eles controladas. O projeto foi colocado na pauta de votações por um acordo proposto pela deputada Leandre Dal Ponte (PV-PR) durante uma reunião de líderes com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na semana passada. Com isto, os municípios que não dispõe de agencia bancaria poderão realizar convênios com as cooperativas de credito, para o recebimento de salários dos funcionários, por exemplo.
 
“Agradeço a esta presidência de cumprir o acordo que conosco foi celebrado de colocar em votação e nós termos vencido aqui no plenário. Será algo de extremamente importância, principalmente para as cidades pequenas, onde a gente sabe que o poder público é quem mais movimento dinheiro na cidade”, disse a deputada, líder do Partido Verde na Câmara.  
 

 
De acordo com a deputada, a principal conquista com a aprovação deste projeto é resolver a problemática de agências bancárias em pequenos municípios do Brasil. Leandre lembrou que as cooperativas de crédito estão mais presentes nas pequenas cidades em comparação com grandes bancos privados ou estatais. E a ausência de agências bancárias nos pequenos municípios dificulta tanto a vida das administrações municipais, quanto dos funcionários públicos no que diz respeito a saques e outras movimentações financeiras.
 
“Nós que somos de cidades do interior sabemos da importância do poder público poder fazer convênio com instituições de créditos, porque os bancos oficiais, infelizmente, têm deixado as cidades. E quando sai leva com ele toda a oportunidade de impulsionar o desenvolvimento local também”, disse a congressista do Paraná.
 
A matéria, aprovada unanimemente por 363 votos, será enviada ao Senado. 
Fonte: Assessoria de Imprensa
Link Encurtado:
https://goo.gl/rpDxSF