Deputada federal Leandre Dal Ponte apresentou a proposta do convênio ao Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em setembro de 2017

Através de um pedido da deputada federal Leandre Dal Ponte e do arcebispo José Antônio Peruzzo, o Ministério da Saúde do Governo Federal assinou um convênio com a Pastoral da Pessoa Idosa. O ministério vai repassar à pastoral mais de R$ 3 milhões. O recurso será utilizado para a contratação de pessoal, realização de oficinas e capacitações, e qualificação do acompanhamento domiciliar das pessoas idosas e seus familiares com informações sobre promoção da saúde, qualidade de vida, caderneta de saúde, direitos, envelhecimento ativo, identificação e enfrentamento à violência.
 
A solicitação da deputada e do arcebispo foi feita ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, em setembro do ano passado. Na ocasião, o ministro assumiu o compromisso. Assim, parte deste recurso, um total de R$ 2.879.575,87, foi empenhado no dia 22 de dezembro do ano passado. Segundo informações do próprio ministério, o montante estava disponível no final do exercício orçamentário de 2017. Deste modo, o restante do recurso, R$ 486.493,13, será empenhado durante o ano de 2018. Totalizando, assim, os R$ 3.366.072,00 para a Pastoral do Idoso.
 
A deputada federal Leandre Dal Ponte comemorou a garantia do recurso e lembrou que o convênio só foi possível, pois a Pastoral do Idoso possui a Certificação de Entidade Beneficente de Assistência Social concedida pelo Ministério. “E na época da luta por essa certificação, nós trabalhamos muito na tramitação deste processo. Realizamos diversas reuniões com o corpo técnico e o próprio ministro. A certificação é documento obrigatório para a celebração de convênios com entidades privadas sem fins lucrativos”, detalhou a deputada paranaense.
 
A Irmã Terezinha Tortelli, coordenadora da Pastoral da Pessoa Idosa, disse em novembro do ano passado em um audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, que a falta de recursos resulta na falta de perseverança dos voluntários “que se veem obrigados a assumir seus gastos para continuar com o voluntariado”. Para ela, o convênio com o Ministério da Saúde vai melhorar expressivamente o trabalho da Pastoral.
 
Na mesma audiência pública, Dom José Antônio Peruzzo, relatou que a Pastoral da Pessoa Idosa acompanha cerca de 140 mil idosos em todos os estados do Brasil, com a ajuda de 18 mil voluntários. Dom Peruzzo é presidente Nacional da Pastoral da Pessoa Idosa.
 
Segundo relato do arcebispo, mesmo com o custo médio de R$ 2,00 por mês, muitas vezes a falta de apoio e a burocracia para arrecadar recursos dificultam o trabalho dos voluntários e, consequentemente, da Pastoral.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa
Link Encurtado:
https://goo.gl/ShA7fL