Professores e alunos de todo o país poderão apresentar projetos; prêmio chega a R$ 10 mil para as iniciativas vencedoras

A deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR), como presidente da Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância, participou nesta semana do lançamento do Desafio Universitário pela Primeira Infância, uma iniciativa da Anup (Associação Nacional das Universidades Particulares, com o apoio da Fundação Bernard Van Leer.
O objetivo do desafio universitário é impulsionar o envolvimento das instituições de ensino superior do Brasil com a temática da primeira infância e premiar os melhores projetos apresentados por grupos de professores e alunos das redes particulares, comunitárias e públicas de todo o Brasil.

A apresentação do desafio foi realizada pelo canal da Anup no Youtube, através de um Webinar, com a participação de especialistas no tema. Ao todo, serão selecionados 10 projetos finalistas, dos quais até três sairão vencedores. Cada equipe será premiada com o apoio de mentores e R$ 10 mil para implementar o projeto.

“Abrimos o desafio para instituições de ensino tanto privadas quanto as públicas, porque é um programa de responsabilidade social, um programa para transformar vidas. Todo e qualquer curso universitário pode participar. Queremos que tenham todos os saberes voltados a essa fase da vida, a primeira infância, que é o melhor investimento para termos um mundo mais justo e menos desigual”, afirmou Julia Jungman, da Anup.

Ela lembrou que as inscrições já estão abertas, e podem ser realizadas pelo site do projeto. As inscrições vão até dia 16 de agosto.

Clique Aqui para fazer a inscrição


Leandre enfatizou que a Frente Parlamentar da Primeira Infância é parceria do desafio universitário e deu destaque para os avanços na legislação brasileira nos últimos anos. “Mas o maior desafio não é aprovar uma lei. O mais difícil é fazer com que se cumpra o que está escrito nessa lei”, disse.

Ela afirmou que o papel da frente é fazer a articulação parlamentar e governamental para uma mobilização da sociedade. “Porque se a gente não convencer a sociedade primeiro, o governo talvez não veja o quanto este tema é importante”, observou.

Além disso, a deputada paranaense disse que uma das maiores virtudes do projeto é levar a temática da primeira infância para outros públicos.
 
“Historicamente, as nossas políticas públicas foram desarticuladas. Por isso, precisamos trabalhar pensando na intersetorialidade. Também precisamos juntar as instituições. Ano passado, tivemos a alegria do CNJ fazer o pacto nacional pela primeira infância. Precisamos de orçamento, por isso conseguimos colocar a primeira infância como prioridade no plano plurianual do governo federal. E, por fim, precisamos monitorar as ações realizadas em favor da primeira infância. Porque é impossível avaliar o que não se pode medir”, discorreu.


Elizabeth Guedes, presidente da Anup, destacou que além de incentivar alunos e professores a pesquisarem e desenvolver projetos dentro do tema da primeira infância, é necessário também realizar uma formação de professores e inserir a temática nas grades curriculares das universidades brasileiras.

“E neste sentido a deputada Leandre é nossa voz no Congresso. Ela é uma pessoa que vocaliza essa causa dentro do parlamento, com o peito aberto. Este programa muda destinos, muda vidas. E mudar vidas não é uma coisa trivial. Mas ela pode ser simples, se nós nos unirmos”, concluiu.

Você pode assistir a fala completa da deputada, durante o Webinar:

Fonte: Assessoria de Imprensa
Link Encurtado:
https://bit.ly/30vd3k2