Deputada representou a Bancada Federal em uma reunião entre o Governo do Paraná e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

Em Curitiba, nesta quinta-feira (23), a deputada Leandre Dal Ponte (PV-PR) representou a Bancada Federal Paranaense em uma reunião entre o Governo do Paraná e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Na pauta, ações conjuntas de enfrentamento à pandemia do coronavírus.

No encontro, Leandre solicitou a Pazuello que os consórcios intermunicipais de saúde tenham seu trabalho reconhecido pelo Ministério. Ela observou a dificuldade no repasse de recursos do Governo Federal para os consórcios.
 

“É longa nossa luta, para que o MS passe a contribuir com a conta para manter os consórcios, que hoje são financiados em mais de 80% pelos municípios”, observou.


O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, reforçou o pedido ao ministro da Saúde, que se comprometeu em aprofundar o debate.
 

“Já existe um grupo de trabalho no Ministério da Saúde para tratar da questão dos consórcios, onde eu e deputada Carmen Zanotto trabalhamos juntas com a Rede Nacional de Consórcios e representantes das associações dos consórcios do Paraná e Santa Catarina”, reforçou Leandre.


Enfrentamento à Covid-19

O Brasil registrou novo recorde de novos casos diários de coronavírus. Foi um total de 65.339 infecções nas últimas 24 horas. O Estado do Paraná já ultrapassa a marca de 59 mil casos e bateu recorde no número de mortos por dois dias seguidos.

O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, afirmou que os medicamentos, usados para manter pacientes que estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sedados, acabam em quatro dias. Segundo ele, o estoque de medicamentos para seis meses, foi consumido em 35 dias.

Por isso, medidas para facilitar a aquisição de medicamentos foram, também, debatidas durante a reunião com o ministro Pazuello.
 
“Aproveitei para registrar as altas abusivas de preços de medicamentos e insumos. Sobre isso, o ministro adiantou que está em andamento uma licitação para que todos os Estados, inclusive o Paraná, possam aderir para fazer compras reguladas pelo Ministério da Saúde”, destacou a deputada, que reforçou pedido pela ampliação no valor dos recursos repassados para o atendimento de aldeias indígenas no Estado.


Para finalizar, deputada Leandre pediu celeridade por parte do Ministério da Saúde para os pagamentos destinados à Secretaria de Estado e aos municípios do Paraná, fruto de inúmeras medidas provisórias.
Fonte: Assessoria de Imprensa
Link Encurtado:
https://bit.ly/30MQm9A