São mais de R$ 160 milhões, que serão divididos entre as Instituições de Longa Permanência de Idosos do Brasil para ações de prevenção e controle da doença dentro da instituição

Pode comprar:

  • Equipamento médico e hospitalares. Como um respirador ou um ventilador mecânico de ar, por exemplo
  • Colchão, cobertas, travesseiros, lenções. São conhecidos como material de hotelaria. E podem ser adquiridos com o recurso emergencial.
  • Alimentos para melhorar a imunidade dos idosos.
  • Materiais para limpeza
  • Máscaras e EPIs (Equipamentos de proteção Individual).
  • Sabonete, álcool. Materiais para higiene.
  • Fralda geriátrica descartável pode comprar.
  • Adequação de espaço, usando material sem ter laudo de construção
 

NÃO pode utilizar o recurso para

  • Pagamento de pessoal não pode.
  • Reformas que precisem de laudo de construção.
 
 
Para mais informações, basta acessar a PORTARIA Nº 2.221, DE 3 DE SETEMBRO DE 2020, que dispõe sobre os procedimentos para a prestação do auxílio financeiro emergencial pela União às instituições de longa permanência e define os critérios de rateio, nos termos da Lei nº 14.018, de 20 de junho de 2020.

Clique Aqui para Acessar a Portaria

Fonte: Assessoria de Imprensa
Link Encurtado:
https://bit.ly/2Rtfv4H